21.3.07

Parece que so flui algo nessa minha cabeça-de-osso-pra-sopa quando eu so tenho olhos para a ponta dos meus tenis e minhas unhas sujas.


unhas sujas. pouca solitude. pouco tempo para por a cabeça em ordem. pouco tempo para pensar em respostas. e as pessoas, elas ainda insistem em ignorar o meu ponto de vista e a minha vida, e olham-me da altura de seus umbigos quando perguntam:
porque fugir? porque montar em cima da sua bicicleta, do jeito que der, e correr em direção a lugar algum? porque você não faz como eu e seja um megafalidoinsatisfeitonavida? porque você esta fazendo tudo diferente? olhe a sua volta...todos sorriem e andam com calma aproveitando o sol e observando os desenhos que as nuvens formam enquanto esperam o sinal abrir!



eu nao tenho um apartamento. eu nao tenho um quarto. eu nao tenho uma cama. eu nao tenho um som. não que eu seja a favor da propriedade privada. mas como diz proudhon, a propriedade
dos meios de produção é um roubo. e so dos meios de produção, segundo ele. mas mesmo assim a questao não é essa. nao é essa mesmo. a questão é que o maior problema é que vivemos em uma sociedade de massas. é que a unica coisa que não somos é um individuo. antes disso, somos homens ou mulheres ou burgueses ou ploretarios ou capitalistas ou socialistas ou anarquistas ou direita ou esquerda ou brasileiros ou ingleses ou engenheiros ou arquitetos punks ou skinheads ou boys ou... uma serie de escolhas e rotulos que nos escondem, que nos oprimem...e o que vale, é o que a maioria escolhe...e a minoria perde.....e eu? e voce? eu e você sempre perdemos porque nao temos voz alguma...porque nao temos voz alguma. voz alguma. ou porque não usamos a nossa voz e nao saimos do meio da massa. de manobra.



escrevendo demais eu crio uma serie de possibilidades de interpretações e isso pode ser assustador. mas viva o individuo.



mas a questao é que precisamos combater essa ausencia de individualidade. e é por isso que toda arte é politica.


2 comentários:

Aline disse...

unhas sujas te fazem sentir como um indivíduo.muito antes de ser homem, ou mulher, ou burguês..ou..
e por isso idéias surgem...
quem não sabe disso lava as mãos.

Aline disse...

entendo sim!
sentindo falta de ler seus devaneios por aqui..
e
sentindo falta.